• Post published:4 de março de 2021

Fotos cedida/Coordenação do COSD.

As instruções do Curso de Operações de Salvamento em Desastres (COSD) aconteceram no Estado de Goiás, exatamente na sede do 1º Batalhão de Bombeiro Militar, preparando assim, a tropa para respostas a catástrofes como desastres naturais, geológicos, hidrológicos, além de colapso de edificações e colapso de barragens. O Curso Operacional é dividido em 5 módulos: Módulo Básico, Módulo Deslizamento e Soterramentos, Módulo Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas, Módulo Busca e Resgate em Estrutura Colapsada e Módulo Complementar.

O COSD é um curso com carga horária de 350 horas, duração de 45 dias, oito semanas ininterruptas, com período integral de instruções, diurno, noturno e simulados operacionais. Neste ano de 2021, a segunda turma, formou 28 alunos sendo 07 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBMAC), 9 Bombeiros Militares do Estado de Goiás (CBMGO), 02 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo (CBMES), 02 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul (CBMRS), 02 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão (CBMMA), 01 do Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Amapá (CBMAP), 02 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Paraíba (CBMPB), 01 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Mato Grosso (CBMMT) e 02 militares da Força Aérea Brasileira (FAB).

Fotos cedida/Coordenação do COSD.

O Curso Operacional teve início no dia 11 de janeiro de 2021 e concluído no dia 03 de março de 2021. A formatura aconteceu por meio de uma live, devido a Pandemia COVID 19, presidida pelo Comandante Geral da Corporação, Coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, a participação da coordenação, instrutores, monitores e alunos do curso COSD. Os especialistas agora formados levam para as suas instituições a capacidade de resposta em Operações de Salvamento e Desastres, podendo aprimorar os conhecimentos e com o poder de instruir novas táticas e técnicas com o emprego de equipamentos já existentes na corporação.

O 2º Tenente Gustavo, 7º colocado na classificação geral do curso operacional fala sobre a experiência no curso “é muito gratificante, sabemos da complexidade e vencer, voltar formado é muito satisfatório. Todos os bombeiros militares do Estado do Acre foram guerreiros audazes, verdadeiros combatentes, todos estão formados. É gratificante saber que podemos contribuir de forma significativa para o incremento no nosso estado. O modulo de inundações e enxurradas se aplica diretamente a nossa realidade que passa por essa situação quase todos os anos. Hoje temos uma formação com aplicabilidade operacional. ”

Fotos cedida/Coordenação do COSD.

O 2º Tenente Farias, 20º colocado no curso conta um pouco da experiência “ é algo muito significativo participar da 2ª turma do COSD é um curso que abrange uma diversidade de instruções e áreas de atuações na parte de salvamento em desastre, parte aquática e terrestre. Uma experiência nova para levarmos para nosso estado, onde com certeza a corporação e principalmente a sociedade vai ser beneficiada com os novos conhecimentos. O modulo de deslizamento, por exemplo, ficamos uma semana praticando e simulado de mais de 24 de duração. ”

Cabo Isnard, 11º colocado no curso operacional relatou um pouco a experiência “é a melhor possível, foi impressionante, já tinha realizado curso operacional no estado do Acre, mas fora é outra sensação, pois o curso em si engloba várias atividades, tem muitos procedimentos, coisas que utilizamos no nosso cotidiano e pudemos perceber novas formas de utilização. É um conjunto completo em altura, desastres, aéreo, manutenção em equipamentos, em espaço confinado, segurança do efetivo nas ocorrências, experiência em marcenaria, levamos essas experiências não só para corporação, mas para a vida, bem além das minhas expectativas, Goiás realmente é referência em cursos. ”

Fotos cedida/Coordenação do COSD.

Participaram do curso:

  1. 2º Ten GUSTAVO de lima Marinho;
  2. 2º Ten Luiz Alves de Melo NETO;
  3. 2º Ten MARCOS de Castro Corrêa;
  4. 2º Ten JONATAS da Costa Gomes;
  5. 2º Ten Osimar de Souza FARIAS.
  6. Cb ISNARD Werner Ferreira da Silva;
  7. Cb Ismael Barbosa da Silva MEDEIROS.

A 2ª turma com o nome de CHIVUNK que significa “onde um militar passa o sentimento de garra para outro em situação de extremo desgaste para que este cumpra seu objetivo e consiga chegar ao final. ” Os agora formados em COSD carregam consigo o lema “Seja onde for, quem for, quando for e o quanto for necessário. ”

Fotos cedida/Coordenação do COSD.