• Post published:13 de maio de 2021

 

Vinte cadetes da primeira turma do Curso de Formação de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Acre a ser formada no estado, participaram de audiência do Conselho Permanente de Justiça Militar, na Auditoria Militar do Estado, na manhã de quinta-feira, 13, em Rio Branco.

 

A audiência foi realizada por meio de videoconferência. Foto: ASCOM/CBMAC.

 

A audiência foi presidida pelo Meritíssimo Juiz de Direito Alesson Braz, titular da 2ª Vara do Tribunal de Júri e da Auditoria Militar do Estado. A participação dos cadetes conta como parte prática da disciplina Direito Penal e Processual Penal Militar, ministrada pelo Major BM RR Vasconcelos, o qual integrou a Auditoria Militar por 15 anos e viu, na oportunidade, uma forma positiva de acrescentar essa experiência na formação dos futuros oficiais do CBMAC, os quais comporão, futuramente, os Conselhos Permanente e Especial da Justiça Militar, como Juízes Militares, cuja missão constitucional é o julgamento dos crimes militares praticados por militares estaduais.

“Essa participação da turma de Alunos Oficiais é extremamente valiosa para nosso aprendizado em termos comportamentais, dos ritos procedimentais e dos devidos atos a serem realizados, além da profunda e responsável reflexão que nos torna sobre nossos papéis como futuros juízes militares e tomadores de decisões que repercutirão de forma pessoal e na carreira militar dos que necessitam desta definição final. Temos convicção do quão agraciados somos pela oportunidade desta experiência prática tangível aos nossos conhecimentos, que permitem ampliar nossos horizontes quanto às peculiares ações que nos competem como ativos representantes de nossa instituição militar”, relatou a Cadete BM Lya Júlia.

 

Alunos do Curso de Formação de Oficiais do CBMAC. Foto: ASCOM/CBMAC.

 

Para o Major BM RR Vasconcelos, instrutor da disciplina, “foi o momento de todos observarem, na prática, como deverão atuar quando estiverem sentados na cadeira de Juiz Militar, seja do Conselho Especial ou Permanente. Todo o esforço para que sejam os melhores oficiais do presente tempo, tem por foco não a pessoa de cada um deles, mas, o engrandecimento da própria Corporação e o bem da sociedade acreana.
Como oficial da Reserva Remunerada, sinto-me honrado em poder, de alguma forma, ainda fazer parte da formação de novos oficiais, bem como de contar com a confiança do nosso Comandante Geral, Coronel Carlos Batista” – declarou o instrutor.

 

Major BM RR Vasconcelos, instrutor da disciplina de Direito Penal e Processual Penal Militar. Foto: ASCOM/CBMAC.

 

É importante ressaltar que audiência ocorreu por meio de videoconferência e com os alunos em sala de aula, observando todos os procedimentos cabíveis de prevenção à covid-19.